-Objetivos- -Minhas Coleções- -Glossário- -Artigos- -Reportagens- -Notícias- -Universo da Filatelia- -Informações- -Peças Filatélicas- -Material Filatélico- -Mercado Virtual- -Bibliografia- -Aceita um cafezinho?- -Mande um e-mail- -Home-

Selos Personalizados do Brasil - Sua história

Introdução

Freqüentemente recebo consultas sobre os selos personalizados brasileiros, devido às dificuldades conceituais que eles nos trouxeram, o que ocasiona uma série de opiniões e comentários, muitas vezes divergentes.

São muitas as opiniões favoráveis - e também as contrárias - à inclusão deste tipo de selo na coleção de selos brasileiros, usando-se os mais diversos argumentos, pró e contra.

Há muito tempo, recebi e-mail de filatelista argentino que argumentava que os selos personalizados emitidos na primeira versão (selo+vinheta) eram meramente selos regulares com uma vinheta adicionada. Não tenho como opinar sobre o assunto, pelo menos por enquanto.

Durante um encontro de comerciantes e filatelistas em São Paulo, um dos mais conceituados comerciantes daquela praça comentou comigo que, quando foram emitidos os primeiros selos personalizados, ele os enviou para um comerciante italiano, que os devolveu afirmando que aquilo não era selo. Mais tarde, procurou adquirir os selos devolvidos, pois eles foram incluidos pela maioria dos editores de catálogos mundiais.

No catálogo RHM os selos personalizados com vinheta foram classificados como comemorativos (RHM-C-xxxx), além de uma classificação específica de personalizado (RHM-SP-xxxx. Inicialmente tambérm receberam uma numeração para o selo "despersonalizado", isto é com destaque da parte personalizada, que4 além da numeração SP tinham adicionado um "D". Na versão mais recente do catálogo, RHM2019, a numeração SP desses selos foi abandonada, permanecendo apenas a classificação de selo comemorativo..

Pessoalmente, gosto dos selos deste tipo, principalmente aqueles dedicados à divulgação turística, pois acredito que eles possam ser utilizados para ilustrar determinado ponto de uma coleção temática, não encontrado nas demais emissões dos Correios. Note-se que refiro-me às imagens dos selos em si, não tendo amparo nas vinhetas, as quais, eventualmente, poderão ser concordantes. Em muitos casos de selos personalizados, geralmente contratados por empresas ou outro tipo de entidade, foram emitidos carimbos comemorativso do seu lançamento, como é o caso do carimbo comemorativo dos 70 anos da SOFICUR.

O carimbo dá valor filatélico ao selo mais vinheta, na minha opinião, quando circulado, ou até mesmo pela simples aposição do carimbo comemorativo.

Numa tentativa de disponibilizar todas as informações que consegui ao longo dos tempos, decidi colocar as seguintes notas sobre todas as emissões deste tipo. Ainda não obtive todos os editais que devem ter sido emitidos. À medida que os conseguir, atualizarei esta página.

Histórico

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos lançou por ocasião da exposição filatélica competitiva LUBRAPEX 2000, que aconteceu em Salvador-BA em 11 de abril de 2000, o primeiro selo personalizado do Brasil. Trata-se de um selo comemorativo impresso pela Casa da Moeda interligado, por picote, a uma vinheta em branco. Posteriormente as vinhetas são preenchidas, por impressão efetuado pelos Correios ou contratados, com imagem digitalizada fornecida pelo interessado. Naquela emissão pioneira a vinheta encontrava-se à esquerda do selo propriamente dito.


11-4-2000 - 500 Anos do Descobrimento do Brasil (RHM -C-2254 - SP-02)

Parece-me que a intenção na época era a de proporcionar, por ocasião de exposições e mostras filatélicas, a oportunidade de registrar a ocorrência do evento através da emissão de selos personalizados. O primeiro selo deste tipo foi disponibiilzado pelos Correios no recinto da Lubrapex 2000, que aconteceu em Salvador naquele ano. Podiam ser utilizadas imagens fornecidas pelos Correios, como a do exemplo acima, ou fotografias de pessoas ou grupos, tiradas na ocasião pelo pessoal encarregado da confecção e venda.

Contudo, a partir das emissões seguintes, que aconteceram em 31 de outubro de 2003, não mais foi obedecido este critério, ou seja, as folhas passaram a ser disponibilizadas pelas agências dos Correios de todo o Brasil, mediante entrega de imagem para sua confecção.

Cabe ressaltar que o catálogo RHM, até a emissão de 2016, classificava o primeiro selo personalizado com duas numerações, C-2254 e SP-02, ou seja foi incluido na série de selos comemorativos, com numeração adicional de selos personalizados. O fato de ter-se iniciado como SP-02, aconteceu por já existir um selo, classificado como promociona,l ao qual foi atribuido a classificação SP-1. Trata-se do selo emitido em 9 de outubro de 1996, "Defensores da Natureza", conhecido como o selo da "XUXA" e que não tem qualquer indicação de ser personalizado.


9-10-1996 - Defensores da Natureza (RHM - SP-1)

O último selo que recebeu essa classificação dupla, conforme a 59ª edicão do catálogo RHM, de 2016, foi o personalizado Bandeira de Minas Gerais, vertical, , de 19-1-2012, que recebeu as numerações RHM C-3182 e SP-242.

O catálogo RHM mais recente, 61ª edição, lançado em agosto de 2019, não usa mais esta dupla numeração para os selos personalizados com vinheta, mantendo apenas a classificação de selo comemorativo.

Em 25 de janeiro de 2004 aconteceu nova emissão com o mesmo lay-out das anteriores, isto é, a vinheta anexada à lateral esquerda do selo.

A partir de março de 2004, quando aconteceu nova emissão, esse lay-out foi alterado com a inversão do posicionamento selo/vinheta, passando a vinheta para o lado direito do selo.


08-2-2004 Guará (RHM C2542 SP-09)

Este novo lay-out perdura até hoje, para as folhas emitidas no padrão selo + vinheta, em diversas datas.

Como a impressão da vinheta é realizada por impressora comum, com utilização das folhas de selos entregues pela Casa da Moeda com as vinhetas em branco, acontecem eventualmente acidentes de impressão que inutilizam as folhas de selos.

Para aproveitamento dos selos, os Correios passaram a vendê-los sem a vinheta, surgindo assim uma modalidade de "selo personalizado despersonalizado", como os classificou o editor do catálogo RHM, em observação constante da página 469 do catálogo RHM 2013, emissões de 2007. No catálogo mais recente, esta observação mais completa, está na página 411: "A partir de 2007 os Correios passaram a vender as emissões anteriores e posteriores dos selos sem a vinheta( ...) Considere um sufico "D" na numeração deste exemplares."


Selo Personalizado RHM SP02, despersonalizado SP-02D

Exemplo de folha de selos personalizados, conforrme padrão entregue pela Casa da Moeda aos Correios:


Folha de Selos Personalizados, RHM SP-05, com vinheta em branco.

Por ocasição da "Brasiliana 2013", exposição filatélica que aconteceu no Rio de Janeiro no final de 2013, os Correios lançaram novo modelo de selo personalizado, sem vinheta, impresso na Casa da Moeda com apenas a moldura que contém a marca visual - logo - dos Correios, a palavra Brasil e a identificação do porte, no caso 1º porte nacional. Na ocasião foram disponibilizados duas imagens alusivas ao evento, para impressão no espaço em branco do selo fornecido pela Casa da Moeda. Parece-me que também foi possível emitir naquela ocasião folhas com imagens fornecidas pelos interessados.

Esses selos, com imagens referentes à exposição, foram colocados à disposição do público em geral, dando inicio, assim, a uma nova classificação pelo catálogo RHM, sigla PB com sufixo numeral partindo de 01.


Folha de Selos Personalizados - novo modelo com uma das imagens alusivas à Brasiliana - 2013 (SP-01)

A partir daquela data também foi possível comprar folhas de selos personalizados do novo modelo nas agências dos Correios, mediante fornecimento de imagens para tal fim. Esses selos, por serem confeccionados com imagens de uso particular de cada interessado, não possuem classificação de catálogo para cada imagem. Contudo, o catálogo RHM deu uma numeração de selo comemorativo, C-3310, podendo ser assim classificado o selo personalizado confeccionado com qualquer imagem, entre as inúmeras que foram utilizadas por qualquer pessoa ou entidade de um modo particular, ou seja, não disponíveis para venda direta ao público pelos Correios..

Em 1/12/2013 os Correios adotaram uma política de venda de folhas de alguns dos selos personalizados inicialmente encomendadas por entidades que posteriormente cederam as imagens para uso pelo público em geral, basicamente filatelistas ou comercaintes filatélicos.

Essas imagens ficam à disposição para encomenda de folhas de selos por um período pré-determinado. Os selos desse tipo, denominado "selo personalizado básico" recebem numeração RHM específica, "PB" acrescido de numeração sequencial, em continuação à dos dois primeiros selos deste tipo, mencionados anteriormente.

Em 6 de maio de 2014 os Correios adotaram nova logomarca, evento registrado através da emissão de selo comemorativo classificado pelo catálogo RHM como C-3362.


Selo comemorativo da nova logomarca dos Correios (RHM C-3362)

A partir desta data os Correios providenciaram, evidentemente, a confecção de novos formulários, impressos, etc., com a impressão da nova logomarca. Isso aconteceu, também com a impressão, pela Casa da Moeda, de folhas de selos personalizados, com a logomarca atualizada.

Como existem folhas impressas na primeira versão de moldura (logo antigo dos Correios) e na nova, o selo tipo, confeccionado com imagem fornecida pelo interessado, deve constar duas vezes na coleção, seja qual for a imagem dele. Ou seja:


Selo Personalizado - novo modelo com logo antigo (RHM C-3310)

Selo Personalizado - novo modelo com logo novo (RHM C-3386)

Embora eu tenha utilizado a mesma imagem (a diferença na tonalidade é problema de impressão da vinheta pelos Correios) nos dois selos (logo antigo e logo novo), nada impede que sejam utilizados dois selos com motivos e logo diferentes para compor a coleção.

Como, dependendo da imagem fornecida, os selos podem ser impressos com a moldura na posição horizontal ou vertical, sugiro que conste da coleção um exemplar de cada tipo, ou seja, quatro selos: logo antigo, horizontal, logo antigo, vertical, logo novo horizontal, logo novo vertical.

Ocorreu, ainda, a impressão de uma folha de selos personalizados com a denominação de "A Arte do futebol brasileiro" imagens de fundo semelhantes às da emissão de selos comemorativos que aconteceu em 29 de abril de 2014 com a mesma denominação. Essas folhas podem ser adquiridas com o uso de qualquer imagem ou das autorizadas para uso geral, ou seja, aquelas que possuem classificação específica no catálogo RHM.

Não tenho notícia se haverá numeração ou classificação para essa folha pelos editores do catálogo RHM, ou se o selo em si, com qualquer imagem escolhida pelo interessado, por não possuir diferenciação na parte pré-impressa na Casa da Moeda será considerado um selo personalizado, igual a qualquer um outro com as mesmas características, mas emitido nas folhas base originais.


Folha de Selos Personalizados - A arte do futebol brasileiro

Em 2015, conforme informação coletada no blog da Filatelia 77, os Correios lançaram nova versão de selo personalizado com vinheta, com a caracteristica adicional de serem auto-adesivos.


Folha de Selos Personalizados Auto-adesivos - 60 Anos Universidade Federal do Ceará

Em 2016 os Correios lançaram novo tipo de selo personalizado, auto-adesivo, com "pictogramas" que parece ser uma mescla de selo com vinheta com selo sem vinheta. De um lado, o selo impresso na Casa da Moeda apresenta o que seria a moldura de um selo sem vinheta, cabendo ressaltar que só constam a logomarca dos Correios, e a definição do valor do selo (1º porte comercial), não havendo a palavra Brasil, que me parece deveria ser obrigatória. Do outro lado, os "pictogramas" dos Jogos Rio 2016. O centro do selo deverá ser preenchido já no âmbito dos Correios, com imagem fornecida pelo interessado na aquisição, havendo algumas limitações adicionais quanto ao tipo de imagem. Estes selos foram classificados no catálogo RHM como comemorativos:


Selos personalizados Jogos Oímpicos e Paralímpicos (RHM C-3579 e C-3580)

Folha de selos personalizado dos Jogos Rio 2016

Em 19 de junho de 2017 os Correios lançaram novos modelos de selo peronalizado, denominados de PRISMA, sendo que um selo de cada com qualquer imagem será considerado como comemorativo, segundo o catálogo RHM, 61ª edição..

No caso da versão de selo gomado, a diferença básica entre este modelo e o anterior é a inclusão de texto em microletras:


Selo Personalizado modelo PRISMA (
(Detalhe mostrando imagem ampliada de parte da linha de microletras)

No caso do selo auto-adesivo, além da linha de microletras, existe a diferença de tamanho e o tipo de colagem na correspondência.

Na ocasião foram colocadas à disposição dos clientes todas as imagens base da emissão de selos personalizados básicos, que constituem selos catalogados individualmente. (catálogo RHM 61ª edição, PB-027 a PB-064.

Editais

No Edital nº 9 - 2000, Edição Especial, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos faz comentários a respeito da iniciativa de emissão de selos personalizados:

"Uma Empresa dinâmica e que acompanha o ritmo crescente da evolução tecnológica precisa estar atenta às modificações do ambiente, reinventando e desenvolvendo novas formas de sobrevivência nesse cenário de constantes modificações. Nesse sentido, estamos sensíveis à necessidade de inovação na Filatelia onde a interatividade com os colecionadores cada vez mais se faz necessária no intuito de ampliar a base do colecionismo.

Acompanhando uma tendência mundial iniciada pelos Correios da Austrália, os Correios do Brasil corroboram essa nova alternativa de incentivo e modernização da Filatelia, a qual possibilita que seus aficionados imprimam suas imagens na parte destacável do selo, personalizando as emissões.

A impressão de fotografias dos clientes nos selos permitirá uma participação mais efetiva de nossa sociedade na produção dessa secular fórmula de franquia presente em todos os países.

Para celebrarmos um momento tão importante de nossa história - os 500 anos do Descobrimento do Brasil - e da história da humanidade - véspera de um novo milênio - os Correios do Brasil não poderiam deixar passar essas oportunidades para manifestar sua vontade de acompanhar a evolução dos tempos, contemplando nossa sociedade com mais esse veículo de expressão popular."


Edital nº 9 - 2000 - Emissão especial - Selo personalizado 500 anos do Desccobrimento do Brasil

Sobre o selo, o edital apresenta o seguinte texto:

"O selo apresenta como imagem de fundo detalhe do Planisfério Português de 1502, designado vulgarmente por "Mapa de Cantino" (Biblioteca Estense/ltália).Neste detalhe de um dos mais notáveis monumentos da história da cartografia portuguesa é possível observar a linha de demarcação definida pelo Tratado de Tordesilhas.

Em primeiro plano observamos uma caravela que representa a época das grandes navegações portuguesas e esta ruma em direção à "Terra de Vera Cruz". A esquerda, na parte superior, está representado um guia náutico que orientava os navegadores quinhentistas."

Segundo os detalhes técnicos, houve uma tiragem de 180.000 selos, sendo a data de emissão 11/04/2000.

Curiosamente, a capa do edital mostra a imagem da etiqueta colocada à direita do selo propriamente dito.

Em 2006, foi emitido o Edital 1 - 2006, Selos Personalizados.


Edital nº 1 - 2006 - Selos Personalizados

Do edital consta o seguinte texto:

SELO PERSONALIZADO

Circulando imagens e mensagens de interesse dos clientes.

Selo personalizado é o selo postal acrescido de uma vinheta sem valor facial, na qual podem ser impressas imagens pertencentes a pessoas físicas ou jurídicas. Produzido com valor facial vinculado à tarifa postal vigente, impresso no selo base, pode ser usado no franqueamento de correspondências.

A emissão pioneira do selo personalizado pelos Correios brasileiros ocorreu no ano 2000, por ocasião dos 500 anos do descobrimento do Brasil. O resultado positivo desse lançamento experimental, unido à dinâmica dos Correios em acompanhar as tendências do mercado e o ritmo crescente de inovações tecnológicas, induziu a criação de selos que atendessem aos segmentos social e empresarial. Assim, foram criados, em 2003 e 2004, os selos focalizando os seguintes motivos: Mata Atlântica, Festividades, Centenário de Fundação do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense, Guará, Turismo, Tangará ou Dançador, Brasil, Alianças, Gatinhos e Romance. Dentre esses temas/motivos de selo base, o interessado pode escolher aquele que mais se adequar à imagem por ele selecionada para a personalização da vinheta correspondente.

As imagens a serem impressas nas vinhetas dos selos personalizados devem pertencer à pessoa física ou jurídica, e estar de acordo com as regras estabelecidas para essa modalidade, conforme Termo de Solicitação do Serviço de Personalização de Selos Postais, disponível nas Agências dos Correios para assinatura do cliente.

São inaceitáveis fotografias cujas imagens apresentem motivos, mensagens e gestos obscenos e/ou desabonadores, contrários à moral e aos bons costumes; imagens discriminatórias em relação à raça, sexo, religião, etnia, política, ideologia política, ou qualquer outra imagem que faça alusão ao uso de drogas de qualquer natureza, afronta a leis ou regulamentos, violação dos direitos de privacidade, afrontas à preservação da intimidade de pessoas físicas e ofensa à reputação e à imagem de pessoas jurídicas, propagação ou divulgação de produtos e serviços concorrentes aos explorados pelos Correios.

Com estes selos os Correios se aproximam dos seus clientes, proporcionando-lhes a oportunidade de personalizar suas correspondências, passo decisivo na adoção de estratégias que tornam o selo postal um veículo difusor de imagens afetuosas e de mensagens e marcas representativas das instituições nacionais, de caráter público ou privado.

Personalizar os envelopes com essa modalidade de selo está agradando àqueles que esperam colocar emoção em suas correspondências, tornando agradável e criativo o processo de comunicação entre as pessoas.

Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos

Em 2011 foi emitido o Edital 2A-2011, com a identificação "Emissão Comemorativa". Nos "Detalhes Técnicos" consta a definição de "/selo Personalizado"


Edital nº 2A - 2011 - Emissão Comemorativa

Edital nº 2A - 2011 - Emissão Comemorativa, verso

 

Em 2012 foram emitidos os editais 1-2012, 2-2012, 3-2012 e 4-2012, todos eles com a identificação "Selos Personalizados".


Edital nº 1 - 2012 - Selos personalizados

Edital nº 1 - 2012 - Selos Personalizados, verso

 


Edital nº 2 - 2012 - Selos personalizados

Edital nº 2 - 2012 - Selos Personalizados, verso

 


Edital nº 3 - 2012 - Selos personalizados

Edital nº 3 - 2012 - Selos Personalizados, verso

 


Edital nº 4 - 2012 - Selos personalizados

Edital nº 4 - 2012 - Selos Personalizados, verso

 


Edital nº 1 - 2013 - Selos Personalizados

Edital nº 1 - 2014 - Selos Personalizados

Edital nº 2 - 2014 - Selos Personalizados

Edital nº 4 - 2014 - Selos Personalizados

Edital nº 1 - 2016 - Selos Personalizados

Tem sido de extraordinária importância as informações coletadas no catálogo de selos RHM e nos site e blog da Filatelia77.

Por sugestão de amigos preparei um arquivo .pdf (cerca de 25 mb) que pode ser impresso e utilizado como album especifico para uma coleção deste tipo de selo..

Album de selos personalizados do Brasil

Esta página será atualizada á medida que receba novas informações. A falta de literatura (editais, notícias dos Correios, etc) pode ter ocasionado algum tipo de erro. Por isso, agradeço a colaboração de quem tenha algo a comentar, corrigir ou acrescentar.

 

João Alberto Correia da Silva
Revisão e atualização em 29 de agosto de 2019
-Home-
Desenvolvimento: João Alberto Correia da Silva