-Objetivos- -Coleções- -Glossário- -Artigos- -Reportagens- -Notícias- -Universo da Filatelia- -Informações- -Peças Filatélicas- -Material Filatélico- -Mercado Virtual- -Bibliografia- -Aceita um cafezinho?- -Contato- -Home-

4 de dezembro de 2018


15 - -Guiana: Turismo, Fauna e Flora
Emissão Postal Especial)

15 - Guiana: Turismo, Fauna e Flora
Emissão Postal Especial)
Carimbo comemorativo de 1º dia de circulação
--------------------------------------------------------------
SOBRE O SELO

Cada “cartão postal” (Mercado Stabroek , Farol e Cataratas de Kaieteur) foi desenhado e pintado separadamente, no estilo despretensioso de urban sketch, utilizando uma paleta que unisse a composição. A montagem foi feita digitalmente, fundindo as três imagens principais. Os elementos da fauna e flora foram pintados individualmente com os mesmos materiais, recortados digitalmente e aplicados com suas respectivas sombras ou brilho, entrando ou saindo do conjunto de paisagens; equilibrando e enriquecendo a composição, criando uma surpresa visual e completando o conjunto representativo das belezas da Guiana. As técnicas utilizadas foram: lápis, aquarela tradicional, nanquim e caneta gel branca, com montagem e finalização em computação gráfica.

DETALHES TÉCNICOS

Edital nº 15 Arte: Lidia Marina Hurovich Neiva - Correios Processo de Impressão: ofsete Papel: cuchê gomado Folha com 15 selos Valor facial: R$ 1,85 Tiragem: 450.000 selos Área de desenho: 54mm x 20mm Dimensão do selo: 59mm x 25mm Picotagem: 11,5 x 12 Data de emissão: 4/12/2018 Local de lançamento: Brasília/DF Impressão: Casa da Moeda do Brasil

Cód. de comercialização: 852012691

--------------------------------------------------------------

Texto descritivo do Edital
50 ANOS DE AMIZADE BRASIL – GUIANA

A área que compreende a atual República da Guiana era formada por 3 colônias holandesas que foram oficialmente cedidas ao Reino Unido em 1814, e fundidas numa só colônia em 1831, passando a chamar-se Guiana Inglesa, cuja capital era Georgetown (conhecida como Stabroek antes de 1812). A Guiana tornou-se uma república independente do Reino Unido em 26 de maio de 1966.

A Guiana está localizada no extremo norte da América do Sul, seu território faz fronteiras com o Brasil (ao sul), Venezuela (a oeste) e Suriname (a leste), além de ser banhado pelo oceano Atlântico (ao norte). A maior parte do território é um planalto baixo, coberto por florestas e privilegiado em recursos hídricos. A região litorânea é a que possui maior concentração populacional.

A área que atualmente corresponde à Guiana era ocupada por arauaques, caraíbas e uaraus. Cristóvão Colombo chegou à região no século XV, no entanto, o processo de colonização iniciou-se com os holandeses da Companhia das Índias Ocidentais, em 1621. Os colonizadores realizaram o cultivo da cana-de-açúcar na Guiana, sendo essa atividade, a base da economia local.

A Guiana é o único país da comunidade dos países de língua inglesa na América do Sul. O termo Guiana vem de dialetos indígenas locais e significa “terra de muitas águas”, devido ao grande números de rios. A sua economia é dependente da exportação de produtos primários, principalmente minérios, o grande responsável pelo afluxo de brasileiros.

O Brasil reconheceu a independência da República da Guiana em 26 de agosto de 1968. Desde então a busca pelo fortalecimentos de laços de amizade e cooperação têm-se intensificado.

Quando acabou a Guerra fria em 1989-1990, Guiana já se encontrava integrados dentro de esquemas sul-americanos como o TCA. dos anos 80. Em 1989, depois das visita de presidente guianense em 1976 e 1982, o presidente Sarney efetuou uma visita oficial á Guiana, seguida por muitos acordos técnicos e econômicos.

O interesse do Brasil pelo Caribe vê-se por meio desses acordos, facilitando a exportação de produtos brasileiros pelo porto guianense de Georgetown, mostrando a situação de interface que constitui a Guiana entre América do Sul e o Caribe insular, e que o Brasil pretendia utilizar. E o estado de Roraima até assinou no final da década de 1990 acordos de cooperação cultural com a Guiana, permitindo o desenvolvimento do ensino do inglês.

Guiana adentrou na década de 1990 em grande crise econômica, adotando as reformas neoliberais sugeridas pelo FMI e tentando se apegar cada vez mais, do ponto de vista de sua política externa, aos vizinhos da América do Sul e do Caribe. Em 1998, o país assinou com o Brasil a “Organização do Tratado de Cooperação Amazônica” (OTCA). Em setembro de 2009 foi inaugurada a ponte binacional sobre o Rio Tacucu, divisa com Roraima, símbolo da integração que se quer programar.

As estatísticas demonstram o incremento comercial das trocas, com a promessa do governo brasileiro, em 2009, de construir uma hidrelétrica em solo guianense, e a visita de técnicos, produzindo estudos sobre a viabilidade de obras na capital, Georgetown

Com essa emissão, apoiada pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE) do Brasil – Itamaraty, os Correios homenageiam as riquezas e belezas da Guiana, nosso vizinho do norte do País.

Correios do Brasil
--------------------------------------------------------------
Veja a íntegra do Edital (Arquivo .pdf)

Edital 15 - 2018
Guiana: Turismo, Fauna e Flora
Emissão Postal Especial)
--------------------------------------------------------------
Alguns dos temas ilustrados pelas peças

Relações diplomáticas e comerciais, geografia, história, turismo, fauna, flora, farois.

--------------------------------------------------------------
Peças Filatélicas

Serão preparadas peças filatélicas com base no selo, carimbo, envelopes e cartões-postais.

--------------------------------------------------------------
Próxima Série: Clique no título.
13b - Série Mercosul: Museus Brasileiros –
Museu Nacional do Rio de Janeiro (Emissão Postal Comemorativa) (4/12)
--------------------------------------------------------------
Série Anterior: Clique no título.
14 - Ronaldo Golias - Humorista Brasileiro
(Emissão Postal Especial)
Voltar para o Indice do Album 2018
Desenvolvimento: João Alberto Correia da Silva