-Objetivos- -Coleções- -Glossário- -Artigos- -Reportagens- -Notícias- -Universo da Filatelia- -Informações- -Peças Filatélicas- -Material Filatélico- -Mercado Virtual- -Bibliografia- -Aceita um cafezinho?- -Contato- -Home-

14 de dezembro de 2018


19 - Rádios Antigos
(Emissão Postal Especial)

19 - Rádios Antigos
(Emissão Postal Especial)
Carimbo comemorativo de 1º dia de circulação
--------------------------------------------------------------
SOBRE O BLOCO

O bloco, composto por quatro selos, foi idealizado para ser uma dobradura de papel, na forma de um rádio valvulado. Cada selo representa aspectos distintos do motivo – a tecnologia, a notação eletrônica, a estética do equipamento e seu funcionamento. O miniaparelho de rádio pode ser montado com uso de tesoura, cola (ou mesmo a goma do selo) e o próprio picote dos selos, constituindo uma metáfora para a prática do radioamadorismo, e sua tradição de montagem de equipamentos eletrônicos. A paleta de cores faz referência aos antigos aparelhos de rádio, com uso de tons que remetem à madeira e metal. Foram utilizados recursos especiais de impressão: aplicação de verniz localizado, relevo seco e tinta calcográfica. Arte criada com técnicas mistas de ilustração vetorial.

DETALHES TÉCNICOS

Edital nº 19 Arte: Fabio Lopez Processo de Impressão: ofsete + tinta calcográfica + verniz localizado + relevo seco Papel: cuchê gomado Bloco com 4 selos Valor facial: R$ 7,60 (soma dos selos 1,25 + 1,85 + 1,95 + 2,55) Tiragem: 50.000 blocos Área de desenho: 44mm x 26mm Dimensão do selo: 44mm x 26mm Dimensão do bloco: 125mm x 146mm Picotagem: 11 x 11,5 Data de emissão: 14/12/2018 Local de lançamento: Brasília/DF Impressão: Casa da Moeda do Brasil

Cód. de comercialização: 852101120

--------------------------------------------------------------

Texto descritivo do Edital
Rádios Antigos

As ondas de rádio foram inicialmente previstas em 1865 pelo físico e matemático escocês James Clerk Maxwell, que reportou propriedades ondulatórias da luz e similaridades em observações elétricas e magnéticas. Ele então propôs equações que descrevem as ondas de luz e de rádio como ondas de eletromagnetismo que viajam pelo espaço. Em 1887, o físico alemão Heinrich Hertz demonstrou existência das ondas eletromagnéticas de Maxwell gerando experimentalmente ondas de rádio em seu laboratório. Posteriormente, muitas invenções foram criadas, fazendo uso das ondas de rádio, para transmitir informação pelo espaço.

Em 1895, o italiano Guglielmo Marconi teve conhecimento das espantosas descobertas de Hertz e do sistema de rádio inventado por Nikola Tesla. Em 1896, Marconi demonstra o funcionamento dos seus aparelhos de emissão e recepção de sinais na própria Inglaterra e foi nesta altura que percebeu a importância comercial da telegrafia sem fios. Marconi foi o primeiro homem a enviar uma mensagem para o outro lado do oceano e devido à sua atividade e negócio, ele contribuiu para que o rádio se desenvolvesse, criando até a primeira companhia de rádio. Em decorrência de seus inventos, em 1901 Marconi recebeu o Prêmio Nobel de Física.

A invenção original transmitia apenas sinais tipo traços e pontos, como na telegrafia com fio, sem transmitir voz. A primeira transmissão de sons, analógica, voz e música, por rádio, ocorreu em 1906, em Massachusetts, nos Estados Unidos, contudo a radiodifusão demorou quase 20 anos a se disseminar, com a invenção de receptores sensíveis, já usando válvulas eletrônicas e alto falantes.

No Brasil, a primeira transmissão civil foi realizada no dia 6 de abril de 1919, a partir de um estúdio improvisado na Ponte d'Uchoa, no Recife, pela PRA 8, Rádio Clube de Pernambuco. Idealizada, construída, operada e direcionada para um grupo elitista, a emissora não teve muita repercussão, por não existirem receptores nas residências àquela época.

Em 7 de setembro de 1922, no centenário da Independência do Brasil, o presidente Epitácio Pessoa, acompanhado pelos reis da Bélgica, Alberto I e Isabel, abriu a Exposição Internacional do Centenário da Independência, no Rio de Janeiro. O discurso de abertura de Epitácio Pessoa foi transmitido para receptores instalados em Niterói, Petrópolis e São Paulo, por meio de uma antena situada no Corcovado. Essa transmissão é tida como a pioneira, no âmbito oficial.

No mesmo dia, à noite, a ópera O Guarani, de Carlos Gomes, foi transmitida do Teatro Municipal para alto-falantes instalados na exposição, assombrando a população ali presente. Era o começo da primeira estação de rádio do Brasil: a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro. Fundada por Edgar Roquette-Pinto (1884-1954), a emissora foi doada ao governo em 1936 e existe até hoje, com o nome de Rádio MEC. A partir de 1927 começa a transmissão de sons de discos via microfones, surgindo programas de auditório, radionovelas e programas de humor. O radio se integrou então a cultura nacional de forma definitiva.

A evolução dos aparelhos receptores de rádio passa pela invenção das válvulas termiônicas. A primeira válvula que alavancou a eletrônica foi a válvula diodo, ou seja de dois elementos, inventada por John Ambrose Fleming, em 1904. Com essa invenção o rádio e outros aparelhos eletrônicos puderam passar a existir e chegar às casas das pessoas de uma forma mais prática. Rádios a válvula, fizeram sua história, dos idos de 1920 até a década de 1970, quando então foram totalmente substituídos pelo transistor e depois pelos chips semicondutores modernos.

Hoje o rádio está presente na web e as transmissões analógicas de ondas medias e curtas tendem a desaparecer. Atualmente se usam cada vez mais meios digitais, internet, tevê a cabo etc., para transmitir música e informação.

Com essa emissão os Correios registram a evolução dos antigos receptores de rádio, também chamados de rádios a válvula, que nos dias atuais são objetos veneráveis e silenciosos expostos em museus, uma tecnologia nostálgica e romântica para os que viveram a época que tanto colaborou para o progresso da humanidade ao ampliar o contato entre os homens e suas culturas.

Jose Fausto
Engenheiro de Telecomunicações
Colecionador de Aparelhos de Comunicação Antigos
--------------------------------------------------------------
Veja a íntegra do Edital (Arquivo .pdf)

Edital 19 - 2018
Rádios Antigos
(Emissão Postal Especial)
--------------------------------------------------------------
Alguns dos temas ilustrados pelas peças

Rádios, telecomunicações, pesquisa, invenções.

--------------------------------------------------------------
Peças Filatélicas

Serão preparadas peças filatélicas com base no bloco, nos selos, carimbo, envelopes e cartões-postais.

--------------------------------------------------------------
Próxima Série: Clique no título.
20 - Cânions Brasileiros
(Emissão Postal Especial) (17/12)
--------------------------------------------------------------
Série Anterior: Clique no título.
18 - Cientistas Brasileiros: Cesar Lattes e Johanna Döbereiner
(Emissão Postal Especial
Voltar para o Indice do Album 2018
Desenvolvimento: João Alberto Correia da Silva